sábado, 5 de junho de 2010

Exposição de Diários Gráficos na FBAUL



Uma belíssima exposição de páginas de diários gráficos. E o que são diários gráficos? Para alguns a expressão pode ser totalmente desconhecida, mas para outros o Diário Gráfico é um objecto imprescindível. Para aqueles para quem o desenho é a forma de expressão por excelência. O diário gráfico não tem formato certo, ele é escolhido pelo seu autor. Há diários gráficos de tamanho A4 (que particularmente acho pouco cómodo) até ao A6...O formato A5 é talvez o mais usado. Aí o seu autor desenha, escreve, pinta, recorta e cola...enfim um diário gráfico é um objecto onde se anotam diariamente (diário!!!) "impressões"...só que estas impressões (que vão desde sentimentos, comentários, desenhos de objectos, pessoas ou situações reais ou inventadas) são essencialmente desenhadas e não escritas. Um diário gráfico é uma ajuda preciosa para os alunos e professores de Artes, assim como para os artistas plásticos que fazem destes objectos, muitas vezes, veículo para a projecção das suas ideias que se concretizam depois em esculturas, pinturas, instalações ou performances.

A exposição está na Faculdade de Belas Artes de Lisboa e é de alunos da António Arroio (alguns deles meus antigos alunos...os melhores!!!!)

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Bicharocos!





Estes bicharocos foram feitos pelo 7º 3ª na disciplina de Artes!

domingo, 21 de fevereiro de 2010

A propósito da visita de estudo ao MNAA






Era uma visita e não um passeio...e a partir do que viram criaram outras coisas. Entre elas estão os padrões seguintes.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Contrastes de Complementares





Estes trabalhos foram realizados pelo 8º ano e obedecem à temática: Contrastes de Complementares.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Maquetes



Estes trabalhos pertencem ao 9ºano. O desafio era fazer a maquete do qurto ideal. Para alguns alunos penso que foi divertido.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Quadros de Valor e Quadro de Excelência



Foi hoje. Foi hoje que a escola entregou os diplomas aos alunos distinguidos nos Quadros de Valor e de Excelência. A cerimónia teve discurso (que alguns alunos por falta de educação não ouviram) e teve a entrega solene dos referidos diplomas. Penso que é uma cerimónia que muito orgulha a escola...Espero que no próximo ano sejam vocês os distinguidos. Se não forem, não são! Mas pelo menos tenham a consciência tranquila porque fizeram o vosso melhor. Sabemos que muitos correm a maratona, mas apenas três sobem ao pódio. Devemos condenar o que fica em quarto lugar? Penso que não...penso que não se ele treinou todos os dias, se ele fez uma alimentação equilibrada,se ele deu o seu melhor...não há razão para o condenar, só porque não trouxe uma medalha para casa. Nem sempre os melhores alunos no secundário são os melhores alunos no ensino superior. Hoje sabemos (os profissionais da educação, da psicologia, da medicina...) que existem vários tipos de inteligência e que os alunos aprendem de formas diferentes. Mas um bom aluno será sempre aquele que tem hábitos e método de estudo, que é assiduo e pontual, que sabe ouvir os professores e que os questiona pertinentemente. Um bom aluno entende a escola como um local de trabalho, onde constrói o saber que lhe condicionará o futuro. Aquilo que aprenderem hoje, por muito insignificante que seja, será útil amanhã.

Lutem sempre pelo primeiro lugar, mesmo correndo o risco de ficar em quarto.

Um conselho: "if you stop learning, you sotp leading" (se não perceberem perguntem à professora de inglês...mas estou certa que percebem!)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Vinte anos depois da queda do Muro de Berlin



Lembram-se de hoje termos falado sobre os vinte anos da queda do muro de Berlin e dos muros que ainda existem no mundo? Aqui está o link para o site do jornal Expresso, onde podem ver a infografia animada.

Também vos deixo duas imagens de que vos falei na aula. Uma é a marca no chão que indica a linha do muro de Berlin e a outra é o cartaz de aviso.